Bild

Roteiro Templários

85 km 2 dias
Transporte aconselhável

Dia 1

Erigida em honra de Nossa Senhora do Rosário em data incerta (entre os séculos XIV e XV), a Capela do Casal Farto terá pertencido aos Templários. Prova disso, é a cruz templária nos vitrais. A Capela de estilo gótico é particular e guarda preciosidades, como a imagem de N. S. do Rosário e uma pia de pedra, de 1852. 
Siga a direção “Torres Novas” e continue para o Castelo de Almourol. As origens da ocupação deste castelo são muito antigas e enigmáticas, alguns autores afirmam que o Castelo serviria de asilo ao povo Lusitano, outros, defendem que terá sido usado por povos pré-romanos. Pela ajuda na conquista de Santarém e Lisboa, D. Afonso Henriques deu aos Templários as terras entre Lisboa e Coimbra. Os cavaleiros reedificaram o Castelo de Almourol. Para chegar ao Castelo, é necessário ir de barco.

Dia 2

Situada no centro de Tomar, junto à estátua do fundador da cidade, Gualdim Pais, a Igreja de São João Baptista foi construída no século XV e reconstruída no século XVI. A Igreja de São João Baptista é o centro da Festa dos Tabuleiros, que acontece de quatro em quatro anos. 
No centro de Tomar, observe a arquitetura peculiar, e as janelas de canto, que conferem às casas da cidade templária maior entrada de sol. Aproveite ainda para estender a toalha sobre a relva, e fazer um piquenique junto ao rio Nabão, no Parque do Mouchão. 
Suba ao Convento de Cristo e visite o Castelo Templário, a Charola Templária e a Igreja Manuelina. O Convento de Cristo data do início do reino de Portugal, no século XII. Era tempo de Cruzadas, e na Península Ibérica os Templários participavam na formação dos novos reinos cristãos. Em 1159, os Cavaleiros da Ordem do Templo receberam do rei D. Afonso Henriques o Termo de Ceras, um vasto território entre Coimbra e Santarém, como agradecimento por terem participado na conquista de Santarém e de Lisboa. Foi aí que fundaram a vila e o castelo de Tomar. 
Ao final do dia, aproveite ainda para visitar o Aqueduto dos Pegões, construído para levar água ao Castelo. 

Curiosidade: D. Afonso Henriques doou aos Templários as terras de Tomar e Almourol na mesma altura. Os Cavaleiros fundaram a cidade de Tomar e reconstruíram também o Castelo de Almourol. Se olhar com atenção, vai reparar que são várias as semelhanças entre os dois castelos. 

Neste Roteiro visite:

1 - Capela do Casal Farto, Relógio de Sol, Poços e Cisternas

2 - Castelo de Almourol, Parque Ribeirinho de Vila Nova da Barquinha

3 - Estátua de Gualdim Pais, Igreja de São João Batista

4 - Parque do Mouchão, Nora em madeira junto ao rio

5 - Convento de Cristo, Castelo, Janelas de estilo Manuelino, Charola Templária, Igreja Manuelina, Aqueduto dos Pegões

Partilhe

Voltar

Veja também