Bild

Quais os documentos que devo levar?

Cidadão da União Europeia (UE): Apesar de não precisarem de apresentar o documento de identificação nacional ou o passaporte para atravessar a fronteira terrestre entre dois países do espaço Schengen, os cidadãos da UE são aconselhados a trazer sempre consigo o passaporte ou outro documento que comprove a sua identidade.

Tenha atenção, porque a carta de condução, documento de identificação fiscal ou os cartões bancários não são considerados documentos de identificação válidos.

Em casos excepcionais, os Estados-Membros podem reintroduzir o controlo fronteiriço. Nestas alturas, é obrigatório apresentar a sua identificação sempre que pretender atravessar a fronteira portuguesa.

 

Cidadãos que não pertencem à UE, mas visitam um familiar que pertence: Os cidadãos que visitam a UE e que não pertençam a nenhum Estado-Membro devem ter sempre em sua posse o passaporte. Dependendo da nacionalidade, podem ter de apresentar também um visto para entrar em Portugal.

Existem, no entanto, casos excepcionais em que não é necessário apresentar visto. Os seus filhos, cônjuge, filhos, netos, pais ou avós que não são cidadãos europeus não precisam de um visto emitido por Portugal, se tiverem uma autorização de residência ou um visto emitido por outro país do Espaço Schengen.

 

Cidadãos que não pertençam à UE: Os cidadãos que não pertençam à UE e que pretendam visitar Portugal, necessitam de passaporte válido, pelo menos, mais três meses a partir da data em que pretende visitar Portugal; e emitido há menos de dez anos.

Caso necessite de um visto, solicite-o ao consulado ou na embaixada portuguesa.

Uma autorização de residência válida de um dos países do Espaço Schengen equivale a um visto. Caso visite mais do que um país na Europa, poderá necessitar de um visto para visitar países que não pertencem ao Espaço Schengen.

 

Lista de países que pertencem ao Espaço Schengen:

Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polónia, Portugal, República Checa, Suécia, Suíça.

Partilhe