Home Onde Dormir Onde Comer Onde Comprar Planear viagem Fátima Conhecer a Região Diário de Bordo

Santuário

O Santuário de Fátima é um dos santuários marianos mais importantes do mundo. Começou a ser construído em 1919, com a Capelinha das Aparições, a pedido de Nossa Senhora aos Pastorinhos, nas aparições de 1917. As celebrações mais simbólicas realizam-se a 12 e 13 de maio e a 12 e 13 de outubro.

Aparições

As aparições de Nossa Senhora aos três pastorinhos foram precedidas por outras três aparições, durante a primavera e verão de 1916, do Anjo de Portugal, como se identificou na segunda vez que apareceu aos videntes.

A visão do Anjo foi entendida pelos três pastorinhos com que uma preparação para os encontros com Nossa Senhora, no ano seguinte. Nelas, o Anjo de Portugal, pediu a Lúcia, Francisco e Jacinta que orassem e fizessem sacrifícios, temas constantes em todas as aparições.

Saber mais

Pastorinhos

Três pequenos e humildes pastores viveram e testemunharam as aparições do Anjo de Portugal e Nossa Senhora na Cova da Iria, Fátima, em 1916 e 1917. Lúcia de Jesus, Francisco Marto e Jacinta Marto passaram a ser mundialmente conhecidos como os “Três Pastorinhos” ou “Videntes de Fátima". 

Saber mais

Capelinha das Aparições

A Capelinha das Aparições é um dos locais mais simbólicos para os crentes de Fátima. O pedestal onde está a figura de Nossa Senhora marca o sítio exato onde ocorreram as aparições de 13 de maio a 13 outubro.

A Capelinha foi erigida a pedido de Nossa Senhora, que solicitou aos Pastorinhos que ali se construísse um local de oração em sua honra. As obras para a construção da Capelinha das Aparições começaram em 1919.

Capelinha das Aparições

Escultura de Nossa Senhora de Fátima

Gilberto Fernandes dos Santos, um devoto de Torres Novas, encomendou em 1919 a escultura de Nossa Senhora de Fátima, à casa Fânzeres, em Braga, conforme o desejo manifestado pelos peregrinos de Fátima em ter uma imagem que pudessem venerar.  

A imagem da “Senhora envolta em luz”, como a descreveram os três pastorinhos, Lúcia, Francisco e Jacinta, foi produzida em cedro do Brasil, mede 1.04 metros em altura e foi inspirada na de Nossa Senhora da Lapa (Ponte de Lima). O seu molde resultou do relato feito pelos videntes ao Cónego Manuel Formigão. 

Escultura de Nossa Senhora de Fátima

Coroa de Nossa Senhora de Fátima

A 13 de outubro de 1942, as mulheres de Portugal ofereceram, em resultado de uma subscrição pública, as joias que viriam a ser usadas na produção da coroa de ouro que encima a imagem de Nossa Senhora de Fátima. Pesa 1200 gramas e tem 2650 pedras e 313 pérolas.

É considerada por muitos a joia mais importante feita em Portugal, e em 1982 torna-se ainda mais preciosa, depois de lhe ser acrescentada a bala extraída do corpo de João Paulo II, vítima de atentado na Praça de São Pedro, em Roma, a 13 de maio de 1981. Curiosamente, o projétil tinha precisamente o mesmo diâmetro da anilha que une as hastes do diadema, local onde a bala foi colocada, quase meio século depois. 

Coroa de Nossa Senhora de Fátima

Azinheira Grande

É uma das 413 árvores em Portugal classificada, pela Direção Geral dos Recursos Florestais, de “interesse público", por se tratar de um exemplar de grande simbolismo e devoção, com mais de cem anos. Em 1917 esta era a maior árvore que se podia ver na Cova da Iria, propriedade dos pais de Lúcia. 
Não foi sobre esta azinheira que Nossa Senhora apareceu aos três Pastorinhos, mas, era em baixo dela que os videntes recitavam o rosário enquanto esperavam pela aparição.

Azinheira Grande

Basílica Nossa Senhora do Rosário

No local onde os três pastorinhos viram o primeiro relâmpago a 13 de maio de 1917, ergue-se a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima. A primeira pedra foi benzida a 13 de maio de 1928. Local de culto e de oração para os peregrinos de Fátima, é na Basílica que estão sepultados os três pastorinhos, Jacinta, Francisco e Lúcia.

 Basílica Nossa Senhora do Rosário

Basílica Santíssima Trindade

Com cerca de 9 000 lugares sentados e 40 000 m² de área, a Basílica da Santíssima Trindade foi inaugurada em Outubro de 2007, por ocasião dos 90 anos das Aparições de Fátima. Em 2012, este templo dedicado à Santíssima Trindade, recebeu o titulo de basílica, concedido pela Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.

Basílica Santíssima Trindade

Recinto de Oração

É no Recinto de Oração do Santuário que se reúnem os milhares de peregrinos de Fátima. O espaço é delimitado pelas Basílicas de Nossa Senhora do Rosário de Fátima e da Santíssima Trindade, e por azinheiras e árvores características da região. O Recinto de Oração acolhe as peregrinações aniversárias de 12 e 13 de maio e 12 e 13 de outubro.

Recinto de Oração

Colunata

A Colunata do Santuário de Fátima integra uma Via-Sacra com painéis em cerâmica. Composta de 200 colunas e meias colunas, sobre a Colunata veem-se 17 imagens. Algumas dessas imagens são santos, cujas congregações estão presentes em Fátima, outros foram “apóstolos marianos”.

Colunata

Muro de Berlim

Numa das entradas do Santuário de Fátima, está um bloco do muro que dividiu Berlim durante quase três décadas. O emblemático muro foi construído em 1961 e derrubado em 1989. O bloco foi oferecido ao Santuário de Fátima por um português, emigrante na Alemanha e é agora um importante espaço de oração.

Muro de Berlim

Museu do Santuário de Fátima

Fundado em 1955, o Museu do Santuário de Fátima engloba exposições temporárias, exposições permanentes e a Casa-Museu de Aljustrel. 

Saber mais

Casa dos Santos Francisco e Jacinta Marto

A casa onde nasceram os Santos Francisco e Jacinta Marto, em Aljustrel, está acessível ao público. Aqui, é possível conhecer um pouco mais da história dos pastorinhos e os hábitos das famílias serranas de Portugal no início do século XX. Os objetos de decoração como utensílios de cozinha, agricultura, vestuário, terços e peças de mobiliário são contemporâneos de Francisco e Jacinta Marto.

Horário: De novembro a março: 9h00 às 13h00; 14h00 às 18h00; de abril a outubro: 9h00 às 13h30; 14h30 às 19h00

Casa dos Santos Francisco e Jacinta Marto

Casa da Irmã Lúcia

A poucos metros da casa dos primos Francisco e Jacinta Marto, está a casa de Lúcia.
Foi na casa, agora aberta ao público, que ocorreram os primeiros interrogatórios aos três videntes de Fátima. A casa onde Lúcia viveu até 1921, guarda alguns pertences e objetos pessoais da pastorinha.

Horário: De novembro a março: 9h00 às 13h00; 14h00 às 18h00; de abril a outubro: 9h00 às 13h30; 14h30 às 19h00

Casa da Irmã Lúcia

Poço do Arneiro

Foi no poço ao fundo do quintal da casa de Lúcia que se deu a segunda aparição do Anjo, no verão de 1916. No ano seguinte, no mesmo local, Jacinta teve uma visão do Santo Padre a chorar e a rezar de joelhos numa grande casa.

Poço do Arneiro

Valinhos

De Aljustrel a Fátima, é possível caminhar pelo percurso que todos os dias os três pastorinhos faziam. Os Valinhos são um local emblemático para os crentes das aparições de Fátima, porque, de acordo com os relatos dos videntes de Fátima, foi lá que apareceu o Anjo em 1916, e Nossa Senhora a 19 de agosto de 1917.

Nos Valinhos, encontram-se pontos de interesse como a Via-Sacra no Caminho dos Pastorinhos e Calvário Húngaro, e a Loca do Cabeço.

Saber mais

Início / Fátima / Santuário