Amilcareis - InFátima

Oficina de Teatro Culinário: A Verdade tem Mil Bocas

A equipa de Graeme Pulleyn esteve na Escola de Hotelaria de Fátima, numa iniciativa promovida pelo TMO – Teatro Municipal de Ourém para trabalhar com os alunos, conceitos e ideias inspiradas pela “A Verdade tem 3 Bocas” de Hanneke Paauwe.

Os alunos trabalharam dois dias com uma equipa composta por uma cozinheira e um dos artistas do espetáculo “A Verdade tem três Bocas”.
Juntos exploram estas questões através de exercícios, jogos, momentos de reflexão e um projeto de criação. O grande objetivo foi pensar sobre, e celebrar, o papel da comida nas nossas vidas e o quão importante é prepararmos comida uns para os outros, não só como atividade prática, profissional, ou doméstica, mas enquanto forma de cuidarmos uns dos outros, enquanto ato de amor.
Esta oficina pretendeu explorar a nossa relação com aquilo que comemos, a forma como preparamos e partilhamos a comida e o papel que a alimentação tem na nossa vida, enquanto necessidade e direito primário, mas também enquanto entidade emocional e afetiva.
Será o ato de cozinhar para um outro, ou uma outra, sempre um ato de amor?
Os alunos simularam refeições, trabalharam aos pares, alguns eram cozinheiros e cozinheiras, especialistas na preparação de últimas refeições. Juntos pensaram, conceberam, prepararam e serviram uma refeição. Um momento de grande importância simbólico e afetivo.
Que refeição é esta?
O que significa?
O que gostarias de comer e porquê?
Como podemos criar uma ementa à altura deste momento?
Que caminho precisamos de fazer para chegar a esta última refeição?
Porquê este prato e não outro?
O que é que ele representa?
Quais são os fatores na escolha desta receita?
Qual foi o papel da comida ao longo da tua vida?
Que memórias tens à volta da comida?
Qual foi a importância da comida em alguns dos momentos marcantes da tua vida?
O que é comida de conforto?
Porque nos traz conforto?
Porque é que associamos determinadas comidas a determinadas pessoas, a determinados momentos, a determinados estados emocionais? Qual é a história deste prato que vais servir?
Agradecemos ao TMO por esta magnífica forma de proporcionar reflexão aos alunos da Escola de Hotelaria de Fátima e aos momentos artísticos que enriqueceram este percurso dos alunos do profissional. Por cá, continuamos a acreditar que a Hotelaria e Turismo são sobretudo artes do cuidado ao outro e valorizamos muito estas profissões.

 

Partilhe

Voltar