Home Onde Dormir Onde Comer Onde Comprar Serviços Planear viagem Fátima Conhecer a Região Diário de Bordo Agenda

Tomar

Castelo Templário e Convento de Cristo

Convento de Cristo é a denominação usada para identificar o Castelo Templário de Tomar, a Charola Templária (local oratório dos cavaleiros), a Igreja Manuelina, o Convento Renascentista da Ordem de Cristo, a  Mata dos Sete Montes, a Ermida da Imaculada Conceição e o Aqueduto Conventual (Aqueduto dos Pegões), construído para levar água ao Castelo.

O Convento de Cristo data do início do reino de Portugal, no século XII. Era tempo de Cruzadas, e na Península Ibérica os Templários participavam na formação dos novos reinos cristãos. Em 1159, os Templários receberam do rei D. Afonso Henriques o Termo de Ceras, um vasto território entre Coimbra e Santarém, como agradecimento por terem participado na conquista de Santarém e de Lisboa. Foi aí que fundaram a vila e o castelo de Tomar. 

GPS
39°36'12.59"N
8°25'8.51"W


OUTROS PONTOS DE INTERESSE

Igreja de São João Baptista

Situada no centro de Tomar, junto à estátua do fundador da cidade, Gualdim Pais, a Igreja de São João Baptista foi construída no século XV e reconstruída no século XVI. Em 1520, o rei D. Manuel elevou a Igreja a Colegiada. Pensa-se que a obra terá sido iniciada no tempo em que o Infante D. Henrique foi mestre da Ordem de Cristo.

A Igreja de São João Baptista é o centro da Festa dos Tabuleiros, que acontece de quatro em quatro anos. 

GPS
39°36'13.40"N
8°24'53.06"W

Sinagoga

Muito discreta por fora, a Sinagoga de Tomar é surpreendente por dentro. O único templo hebraico proto-renascentista do país, é composto por quatro colunas que representam as mães de Israel: Sara, Raquel, Rebeca e Lea. Entre as colunas estão ligados 12 arcos, que simbolizam as 12 tribos de Israel.

O Templo foi mandado construir pelo Infante D. Henrique, em agradecimento por a comunidade judaica ter financiado parte dos Descobrimentos. Com a expulsão dos judeus de Portugal em 1496, a Sinagoga foi fechada e teve vários usos: inicialmente foi convertida em prisão, depois em ermida, palheiro, celeiro, armazém de mercearias e arrecadação.

Em 1921 foi adquirida por Samuel Schwarz e doada ao Estado Português, na condição de que ali fosse instalado o Museu Luso Hebraico. 

GPS
39°36'11.61"N
8°24'49.88"W

Museu dos Fósforos Aquiles da Mota Lima (Convento de São Francisco)

Fundado em 1624 por frades franciscanos, o Convento de São Francisco é um edifício maneirista construído em torno de dois claustros.

O Convento de São Francisco alberga o Museu dos Fósforos. Esta coleção é uma das maiores da Europa, e foi doada à Câmara Municipal de Tomar por Aquiles da Mota Lima e é composta por mais de 80 mil objetos, entre os quais caixas, cartazes e rótulos de fósforos.

GPS
39°35'58.65"N
8°24'49.71"W