Home Onde Dormir Onde Comer Onde Comprar Serviços Planear viagem Fátima Conhecer a Região Diário de Bordo Agenda

Nazaré

Santuário de Nossa Senhora da Nazaré

Num dos bairros mais emblemáticos da Nazaré - o Sítio da Nazaré - encontra-se o Santuário de Nossa Senhora da Nazaré. No seu interior está guardada a sagrada imagem de Nossa Senhora da Nazaré, uma virgem negra, esculpida em madeira. No sítio existem outros dois santuários onde originalmente se venerava a imagem: o primeiro santuário era numa pequena gruta junto à arriba, a 110 metros acima da praia oceânica. O segundo santuário é na ermida da memória que se encontra sobre a gruta. A sua construção, em 1882, está ligada à Lenda da Nazaré protagonizada por Dom Fuas Roupinho. Segundo a narrativa Dom Fuas escapou miraculosamente à morte neste local depois de rogar a Nossa Senhora que o salvasse de uma queda certa no precipício, pois sabia que ali, numa gruta, se venerava a imagem da Virgem Negra – Nossa Senhora da Nazaré.  


 

OUTROS PONTOS DE INTERESSE

Coreto
Já com 120 anos o coreto, partilha a mesma praça com o Santuário de Nossa Senhora da Nazaré. É um excelente exemplo da arquitetura civil da região e é usado, pontualmente, para animação cultural.  

Palácio Real

O edifício que serviu de aposento para D. João VI e D. Maria I, durante as peregrinações que faziam à Nazaré, teve até 2003 uma função não menos importante – serviu de jardim de infância, para resposta às necessidades especiais da população. 

Forte de S. Miguel Arcanjo
A investida dos piratas sobre o litoral atlântico ditou a sua construção em 1577. O forte, que tem São Miguel Arcanjo como padroeiro, sobreviveu às invasões francesas, tornando-se mesmo num símbolo da revolta popular e autonomia dos Nazarenos.

Atualmente, é palco privilegiado para dezenas de pessoas que ali se juntam para testemunhar a perícia dos surfistas que ousam desafiar as ondas gigantes formadas pelo “canhão da Nazaré” - um desfiladeiro submarino de origem tectónica situado ao largo da costa, relacionado com a falha da Nazaré-Pombal. É considerado por muitos o maior da Europa e funciona como um polarizador de ondulações, ou seja, as ondas conseguem viajar a uma velocidade muito maior pela falha geológica, chegando à costa praticamente sem dissipação de energia.