Home Onde Dormir Onde Comer Onde Comprar Serviços Planear viagem Fátima Conhecer a Região Diário de Bordo Agenda

Alcobaça

Mosteiro de Alcobaça

O Mosteiro de Alcobaça foi construído no século XII pelos monges da Ordem de Cister e é um dos primeiros mosteiros do país. Em 1147, D. Afonso Henriques doou àquela Ordem religiosa os territórios de Alcobaça, pela participação nas conquistas das cidades de Santarém e Lisboa, onde deram início à construção da fundação monástica.

O Mosteiro de Alcobaça foi o primeiro edifício de arquitetura gótica de Portugal, um modelo que só voltou a ser reproduzido séculos depois, e é considerado uma das mais importantes abadias Cistercienses de toda a Europa.

Também conhecido como Real Abadia de Santa Maria de Alcobaça, o Mosteiro guarda preciosidades como a porta da sacristia de tempos manuelinos; a capela-relicário, repleta de talha dourada nos interstícios dos bustos-relicários em terracota policromada; ou os túmulos de D. Pedro e D. Inês de Castro, de estilo gótico, protagonistas daquela que é para muitos a maior história de amor portuguesa. O Mosteiro de Alcobaça é muito procurado por amantes, e diz-se que quem jura fidelidade a esse amor diante daqueles túmulos, é concedido com o amor eterno.

GPS
39°32'53.55"N
8°58'46.58"W


OUTROS PONTOS DE INTERESSE

Castelo de Alcobaça

Não se sabe ao certo quem terá edificado o Castelo de Alcobaça. Há quem defenda que tenham sido os Godos, outros, os romanos. Sabe-se que o Castelo já existia por altura da Reconquista Cristã.

Ao longo dos séculos, o Castelo teve várias intervenções, no entanto, os violentos sismos de 1329 e de 1755 destruíram-no. Hoje, restam apenas as ruínas daquela que foi uma das mais importantes fortificações de defesa no século XII. Vale, no entanto, a subida ao local para ver a vista sobre a cidade.

GPS
39°33'2.00"N
8°58'56.00"W

Sistema Hidráulico Cisterciense

Situado a cerca de dois quilómetros do Mosteiro, está o sistema hidráulico, que tinha como finalidade levar água àquela fundação monástica.

Museu do Vinho

Instalado na antiga adega de José Raposo de Magalhães, o Museu do Vinho de Alcobaça, procura desenvolver e divulgar a cultura da região.

Neste museu, é possível fazer uma “viagem” desde a produção artesanal do vinho, ao final do século XX, data em que o vinho era ali produzido com as técnicas mais apuradas à época. As antigas adegas, transformadas em museu, conferem ao espaço uma dimensão cultural única na região.

O espólio do museu conta com 8500 peças, das áreas da etnologia, enologia, tecnologia tradicional, arqueologia industrial e artes gráficas, plásticas e decorativas. 

GPS
39°31'44.14"N
8°56'14.85"W